Outubro: Mês das Missões

Quarta-feira, 24 de outubro de 2018 às 14h 00  - Atualizado às 19h 50

O mês de outubro começa com a memória litúrgica de Santa Teresinha do Menino Jesus, que é a Padroeira das Missões e está caracterizado na Igreja Católica, como mês missionário, quando devemos dar um “impulso renovado à atividade missionária”. Neste ano, “com o tema “Enviados para testemunhar o Evangelho da paz”, o objetivo do mês missionário é sensibilizar, despertar vocações missionárias e realizar a Coleta no Dia Mundial das Missões, no penúltimo domingo de outubro (nos dias 20 e 21)”.


O 8º Plano Diocesano de Pastoral da Diocese de Divinópolis deu ênfase à atividade missionária. Com o título “Igreja em Estado Permanente de Missão”, a primeira Urgência do nosso plano, fundamentada nas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora no Brasil – 2015-2019, apresenta quatro projetos a serem desenvolvidos pelo nosso Povo:
Projeto 1: “Igreja em Saída”: anúncio de Jesus – Missão da Igreja. Este projeto quer, entre outras coisas, “evidenciar a Missão como identidade da Igreja”. A Diocese, através de suas paróquias, deve impulsionar a atividade missionária em seu território e noutras terras de missão.


Projeto 2: Juventudes. Dentre outros objetivos, este projeto visa “favorecer o engajamento dos jovens nos vários serviços eclesiais, acentuando a dimensão social e fraterna nos diversos ambientes: asilos, creches, orfanatos, casas de acolhida, presídios, comunidades terapêuticas e espaços periféricos geográficos e existenciais, etc”.


Projeto 3: Igrejas Irmãs. Além de “fomentar o espírito para a missão nos seminários e nos diversos espaços ocupados por leigos e leigas”, este projeto visa criar uma “rede de solidariedade” entre comunidades, paróquias, dioceses para facilitar e favorecer a Evangelização.


Projeto 4: Família: alvo da Ação Missionária: objetiva “fortalecer e/ou implantar nas paróquias os diversos serviços e ações em favor da família, enfatizando o caráter missionário que os permeia e, passando de um processo reativo para um processo proativo de ajuda e evangelização, priorizando a Pastoral Familiar”.


Pelo nosso Batismo, todos somos discípulos-missionários de Jesus. Que este mês missionário ajude-nos a tomar consciência de que “é vital que hoje a Igreja saia para anunciar o Evangelho a todos, em todos os lugares, em todas as ocasiões, sem demora, sem repugnâncias e sem medo” (8º Plano Diocesano de Pastoral, n. 2).

 

 

Pe. Lúcio Camargos
Coordenador Diocesano de Pastoral
Diocese de Divinópolis - MG