Formulário para apresentação de projetos para a Comissão de Arquitetura e Arte Sacra

A Comissão de Arquitetura e Arte Sacra foi criada a partir da necessidade de auxílio técnico ao Colégio de Consultores da Diocese diante a avalização dos projetos e construções e reformas de qualquer espécie nas paróquias e comunidades.

 

COMPOSIÇÃO

A Comissão é constrituída por profissionais da área de arquitetura e engenharia, leigos engajados que, voluntariamente, oferecem seus serviços à Diocese, e por membros do clero. Os integrantes da comissão têm encontros de formação em Arquitetura e Arte Sacra.

 

OBJETIVO

Auxiliar a diocese nas análises dos projetos de edificações das igrejas e seus anexos, a fim de garantir unidade e fidelidade às normas requeridas pela própria igreja para configuração de seus espaços.

 

SOBRE PROJETOS E OBRAS

Cân. 1213 - §1: Não se edifique nenhuma igreja sem o consentimento expresso e escrito do Bispo Diocesano.

  • Todo projeto arquitetônico, complementar e outros de novas construções, reformas e adaptações que o orçamento for superior a 30 salários mínimos, deverão ser apresentados à comissão diocesana de arquitetura e arte sacra, para avaliação e posteior aprovação do Bispo Diocesano e Colégio de Consultores.
  • Os projetos devem ter como ponto de partida as questões litúrgico-funcionais que se fundamentam nos documentos da Igreja. Devem, também, estar atentos à legislação civil vigente, tais como: Códigos de OBras e Plano Diretor Municipal, LUOS - Lei do Uso e Ocupação do Solo, Código de obras, Acessibilidade - NBR 9050, entre outros.
  • Os projetos de arquitetura/complementares deverão ser executados por profissionais com atribuições legais, assim como emissão de ART/RRT, segundo legislação vigente no país. De preferência o projeto arquitetônico assinado por arquiteto e projetos complementares (estrutural, elétrico, hidraáulico e etc.) assinados por engenheiro.
  • Mudanças nos projetos de arquitetura e cópias dos mesmos sem conhecimento e/ou consentimento de seus autores, assim como alterações em obras decorrentes de projetos legalizados acarretam em infração da Lei 9610/98 de Direitos Autorais, incorrendo em ações jurídicas.

 

 

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA A APRESENTAÇÃO DE PROJETOS À COMISSÃO DE ARQUITETURA E AOS COLÉGIOS DE CONSTRUTORES PARA A APROVAÇÃO:

 

  • Ata do Conselho Pastoral e Administrativo da comunidade ou paróquia justificando a necessidade da obra e a aprovação dos referidos conselhos;
  • Cópia da escritura do terreno;
  • Dsponibilidade de recursos financeiros ou planejamento para a captação dos mesmos em vista da realização da obra;
  • Contratos a serem firmados com empresas ou particulares para a realização das obras, em vista de análise pelo setor jurídico;
  • Projeto Arquitetônico e complementares:
  1. Planta de situação;
  2. Planta de locação;
  3. Perfil do terreno;
  4. Planta com todas as informações necessárias para compreensão do projeto;
  5. Cortes;
  6. Planta de cobertura;
  7. Fechadas;
  8. Maquete física/3D.

As escalas dos desenhos e formatos das pranchas deverão facilitar a visualização e compreensão dos mesmos.

 

  • Anexos importantes:
  1. Cópia da ART/ RRT dos profissionais;
  2. Memorial descritivo.

 

MEMBROS DA COMISSÃO

 

Arquitetos:

  • Dênis Magela - (37)99976-0808
  • Felipe Duarte - (37)99971-7737
  • Felipe Souza - (37)99996-0667
  • Nathália Menezes - (37)99991-6809

 

Engenheiro:

  • José Geraldo - (37)99903-1434

 

Assessor Litúrgico:

  • Padre Carlos Henrique

 

 

FORMULÁRIO DE APRESENTAÇÃO DE PROJETO PARA ANÁLISE

Clique aqui e faça o download do formulário.