Paróquia de Nossa Senhora da Piedade, de Pará de Minas, propõe gesto concreto para a Campanha da Fraternidade 2018

Sexta-feira, 23 de março de 2018 às 0h 00  - Atualizado às 8h 36

Neste ano, a Igreja Católica propõe, na Campanha da Fraternidade, um olhar humano-cristão para as inúmeras formas de violência que atingem o ser humano e toda Criação e que florescem na família, nas  comunidades, na sociedade, no Brasil e no mundo inteiro. O tema proposto é: Fraternidade e superação da violência e o lema é: "Vós sois todos irmãos" (Mt 23,8). Nossa Igreja espera, com isto, que cultivemos/plantemos a paz e que todos se empenhem, de verdade e à exaustão, pela superação da violência. Dentre os vários rostos da violência, enxergamos a face do trânsito. Quantas mortes! Quantos acidentes! Imprudências, intolerâncias, bebidas, velocidade, desrespeito às leis, tudo leva a alavancar as estatísticas de morte nas cidades, estradas, rodovias, etc. Vivemos a Década de Ação pela Segurança no Trânsito (2011-2020), que foi proclamada pela Organização das Nações Unidas.

 

Em resposta à proclamação da ONU e às provocações da estrutura do texto-base "ver-julgar-agir", a Paróquia de Nossa Senhora da Piedade, em Pará de Minas, proporá um gesto concreto no dia de domingo de Ramos - dia 25 de março. Em que consiste? Todos que têm vítimas de acidentes de trânsito serão convocados e deverão trazer fotos e nomes dos falecidos em decorrência  desses acidentes com veículos - caminhões, carros, motos, bicicletas, atropelamento, etc. Na Policlínica (lugar que lida com a saúde - outra área em que muitos são violentados pelo descaso das autoridades constituídas), onde nos reuniremos para a bênção dos Ramos,  teremos um caixa coletora em que as fotos e os nomes dos que foram vítimas do trânsito serão depositados.

 

Nossa concentração se dará às 8h (domingo) e daremos início à Celebração da Santa Missa. Em seguida, sairemos em procissão até ao Santuário de Nossa Senhora da Piedade. Nessa caminhada, levaremos sete pinheiros, alusivos aos 7 dons do Espírito Santo, pois dentre os 12 frutos deste está a Paz. E na chegada da procissão, daremos continuidade à Eucaristia. Na segunda-feira Santa, construiremos o jardim da Paz, na comunidade de São Cristóvão - Padroeiro dos Motoristas. Plantaremos os 7 pinheiros (a natureza é duramente violentada e destruída pela humanidade) e enterraremos a caixa com as fotos e nomes dos inúmeros irmãos e irmãs vitimados pelos acidentes de trânsito. Será um lugar visível e concreto da nossa vivência do domingo de Ramos e da Campanha da Fraternidade de 2018. Contamos com a presença de todos, principalmente das milhões de famílias que perderam seus entes queridos, vitimados por acidentes.

 

Não à violência. Somos da Paz. São Cristóvão, rogai por nós!

 

POR PADRE CHARLEY