Dom Cristiano Portela de Araújo

Dom Cristiano Portela de Araújo Pena nasceu no Rio de Janeiro no dia 8 de agosto de 1913, filho de Antônio Gonçalves de Araújo Pena e Ana Portela de Araújo Pena. Veio para Belo Horizonte com a família para tratar da saúde, onde após, concluir o curso ginasial no Colégio Arnaldo, ingressou no Seminário da Arquidiocese.

 

Ordenado sacerdote no dia 18 de setembro 1937, excerceu sua atividade no seminário por 14 anos, primeiro como disciplinário, e depois como Diretor Espiritual.

 

Dom Cristiano foi pároco em Santa Luzia e em seguida veio para Divinópolis , onde preparou a criação da Diocese, construindo, juntamente com Monsenhor Hilton Gongalves de Sousa e os fiéis, a grande igreja matriz que posteriormente viria a ser a catedral.

 

Em 17 de maio de 1959, Festa de Pentecostes, o Exmo. Sr. Dom Armando Lombardi, Arcebispo Titular de Cesária de Felipe e Núncio Apostólico nos Estados Unidos, executor das Bulas Pontifícias,leu a Bula "QUI A CHRISTO", que erigia a Diocese de Divinópolis e o Decreto de Execução da mencionada BUla, emanado da Exma. Nunciatura Apostólica. Estava assim criada a Diocese de Divinópolis.

 

Na mesma data, o então Padre Cristiano Portela era, solenemente, sagrado Bispo, pelo Exmo. Sr. Núncio Apostólico.

 

Dom Cristiano administrou com extremo zelo a Diocese, distinguindo-se pelo trabalho da Pastoral Rural, não tendo deixado nenhuma pequena povoação privada da assistência religiosa e da celebração do culto dominical. Dom Cristiano também participou do Concílio Vaticano II, além de ter governado, como Administrador Apostólico, a Diocese de Oliveira-MG, substituindo Dom José Medeiros Leite.

 

Em 1978, por motivos de saúde, suplicou à Santa Sé que o liberasse do encargo de Bispo Diocesano de Divinópolis e foi para Belo Horizonte, onde exerceu excelente ajuda pastoral, sobretudo na direção espiritual e no trabalho da Pastoral da Saúde.

 

Durante 21 anos foi capelão do Hospital Madre Teresa, abrangendo inclusive o período em que o Hospital tratava apenas vítimas de tuberculose e responsável pela celebração diária da missa aberta aos fiéis, sempre às 19h na capela Santa Teresinha.

 

"Ele acreditava que seu trabalho estava voltado, antes de mais nada, para a fraternidade, amor ao próximo e para o conforto esoiritual do paciente internado e de sua família, independente da opção religiosa de cada um." (Irmã Maria da Penha Cruz)

 

Dom Cristiano Portela de Araújo Pena faleceu no dia 02 de agosto de 2000, na Unidade Coronariana do Hospital Madre Teresa, vítima de insuficiência cardíacacrônica.

 

Ficou a saudade e a eterna gratidão deste homem que a todos cativou.

 

 

• Nascido no Rio de Janeiro (RJ): 11/08/1913
• Ordenado Sacerdote em Belo Horizonte - MG : 18/09/1937
• Eleito Bispo de Divinópolis- MG : 19/01/1959
• Posse em Divinópolis - MG : 17/05/1959
• Renúncia: 26/03/1978
• Falecido: 02/08/2000

Fotos

Clique na imagem para ampliar.

Publicidade