Paróquias de Divinópolis se reuniram para celebrarem juntas a Solenidade de Corpus Christi

Sexta-feira, 16 de junho de 2017 às 10h 21  - Atualizado às 12h 37

A Igreja celebrou, no dia 15 de junho, a Solenidade de Corpus Christi. A festa de Corpus Christi tem por objetivo celebrar, solenemente, o mistério da Eucaristia – o Sacramento do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo.

 

Acontece sempre em uma quinta-feira, em alusão à Quinta-feira Santa, quando se deu a instituição deste sacramento. Durante a última ceia de Jesus com seus apóstolos, Ele mandou que celebrássemos sua memória comendo o pão e bebendo o vinho que se transformariam em seu Corpo e Sangue.

 


No Brasil, a festa passou a integrar o calendário religioso de Brasília, em 1961, quando uma pequena procissão saiu da Igreja de madeira de Santo Antônio e seguiu até a Igrejinha de Nossa Senhora de Fátima. A tradição de enfeitar as ruas surgiu em Ouro Preto, cidade histórica do interior de Minas Gerais.


A celebração de Corpus Christi consta de uma missa, procissão e adoração ao Santíssimo Sacramento.


A procissão lembra a caminhada do povo de Deus, que é peregrino, em busca da Terra Prometida. No Antigo Testamento esse povo foi alimentado com maná, no deserto. Hoje, ele é alimentado com o próprio Corpo de Cristo.

 

Na cidade de Divinópolis, as paróquias se reuniram, na parte da tarde, para celebrarem a Solenidade, que contou com a presença de, aproxidamente, 5 mil fiéis, segundo o levantamento da Polícia Militar.

 

Os preparativos começaram no início da tarde, quando as pessoas, de todas as paróquias da cidade, começaram a montar os tradicionais tapetes pelas ruas do centro de Divinópolis. Às 14 horas, o Santuário de Santo Antônio já estava lotado. Lá,  aconteceu a Adoração, conduzida pelo Frei Vicente Ronaldo, Pároco da Paróquia de Santo Antônio. Às 15 horas, os milhares de fiéis presentes seguiram em Procissão até a Catedral do Divino Espírito Santo, onde foi celebrada a Santa Missa, presidida por Dom José Carlos, e concelebrada pelos padres Rafael Caetano, Cassimiro, Reginaldo Martins, Marcos Antônio, Rodrigo Vieira, Chrystian Shankar, Adelmo Sérgio, Carlos Eduardo, Carlos Henrique, Moacir Chagas, Luis Carlos Amorim, Emerson Cunha, Cristiano Alisson, Marcelo Fracisco, Marcelo Caixeta, Claudinei Cristiano, Pedro Gondim, Philipe Berger, Monsenhor Pedro e pelos Freis Vicente Ronado e Tide.

 

Em entrevista, Dom José Carlos disse que a Festa de Corpus Christi quer nos assegurar da presença de Jesus no meio de nós: 

 

 

 

No vídeo, abaixo, você assiste, na íntegra, a homilia de Dom José Carlos: 

 

 

 

 

POR TÚLIO VELOSO

 

Publicidade